quinta-feira, 13 de abril de 2017

Elevador 16 - Resenha

Algumas semanas atrás finalizei a leitura de Elevador 16 do autor brasileiro Rodrigo de Oliveira e a unica coisa que consigo falar é: UAU!

O livro é um conto da saga As Crônicas dos Mortos, que conta sobre a descoberta de um novo planeta. 

Em Elevador 16 vamos conhecer Mariana, uma jovem empregada de uma grande empresa de desenvolvimentos de sistemas de São Paulo que trabalha sem nem mesmo parar para ver o grande e recém descoberto planeta Absinto passar próximo à Terra.

Logo no início, descobrimos que além de quebrar um das regras da empresa saindo com seu chefe, Mariana engravida dele.

Visivelmente abalada, Mariana conta a notícia a Raul, um cara super babaca que joga a culpa nela e que automaticamente começa a pensar em um jeito de se livrar da criança e da responsabilidade que a amante carrega em seu ventre. Mal sabe ele que jamais vai conseguir tal feitio.

Na hora do almoço, 16 pessoas entram em um dos muitos elevadores do prédio onde se localiza a empresa. Entre elas Raul, e Mariana com suas duas melhores amigas. Pouco tempo depois de o elevador começar a fazer seu caminho até o térreo, o elevador para e nenhum dos presentes consegue contato com o mundo exterior.

Como se não bastasse a falta de comunicação, 10 pessoas (entre elas o cachorro do Raul) desmaiam e acordam um tempo depois com olhos completamente brancos, atitudes irracionais, com sede de sangue e com fome de carne humana.

E isso é só o início do fim.

Rodrigo de Oliveira trás ao leitor um mundo sombrio onde lutar pela vida é o mais essencial. Depois de ler este conto você nunca mais vai entrar em um elevador e ficar tirando selfies sem se preocupar com o que pode acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário