segunda-feira, 19 de junho de 2017

A Estrela dos Mortos (Série Supernova) - Resenha

Olá leitores!

Hoje vou falar um pouquinho do segundo livro da série Supernova do Renan Carvalho. Caso você não tenha lido o primeiro livro da série e nem a resenha que fiz dele, pode clicar aqui e conferir.

Renan (nem sei se você vai ler isso) mas que sacanagem você fez com os leitores logo no começo do livro ein? hahahaha...

Eu estava alucinada para saber o que aconteceria com Leran e Luana, que saíram escondidos de Acigan após a morte de um bocado de gente. Mas o que o senhor autor faz em vez de nos contar logo o que aconteceu? Ele nos apresenta a outra personagem.

Tlavi é a estrela da cura e logo no começo ela vai, junto com os Paladinos (que é um povo bem foda), para Cimerium (uma cidade próxima a onde ela mora) pois uma energia negra não só está afugentando como matando mineradores e cidadãos. 

Mesmo inserindo Tlavi contra minha curiosidade de leitora o Renan não desapontou. Deu um show de narrativa e de ação. Foi simplesmente impossível piscar (ou até mesmo respirar) durante cada um do momentos em que Tlavi fica frente a frente com o mal.

Contudo, queridos leitores, não se enganem. Tlavi pode ser uma estrela (e ela é) com poderes lindo maravilhosos e esplendorosos. Mas ela não pode salvar seu pai que estava a beira da morte e/ou ajudar o irmão quando ele mais precisava. Durante a narrativa ela tenta mostrar as difíceis escolhas que uma estrela tem que fazer e até certo ponto entendo. E podem falar o que quiser, mas acredito que ela conseguiria sim salvar o pai e ainda cumprir suas funções políticas e guerreiras. A personagem é contraditória. Consegui ama-la nas primeiras páginas mas depois passei a odiá-la (desculpe Renan). 

Intercalando com a narrativa de Tlavi temos os nossos velhos conhecidos, Leran e Luana que após serem abordados no trem por caçadores de recompensas e se perderem no escaldante deserto, são salvos pel população que vive perto do Polo Terra (um povinho bem fora da casinha viu?). O povo, depois de dar um senhor trabalho aos dois, os ajuda a escapar dos caçadores, que marcaram Leran e que vão persistir nessa busca até mais da metade do livro.

Quando Leran e Luana finamente alcançam Mabra, eles buscam por Quiroon conforme foram orientados. E é falando com o filho dele, Gueth, descobrem que o homem morreu pois sua filha, a grande estrela da cura não apareceu para salva-lo.

Entre arrancar informações de Gueth e convencê-lo a ajuda-los, percebemos que Luana não tem uma queda pelo lutador. Ela tem um tombo. Fato que deixa Leran morto de ciumes e que ao mesmo tempo faz com que os irmãos se afastem.

Enquanto tentam, sem sucesso chegar a Tlavi para que ela auxilie Luana, o trio descobre que Shaz (a estrela da morte) colocou sua orda de criaturas da morte para destruir e angariar mais soldados para seu putrefato exercito. A partir dai, uma grande luta atravessa cidades vizinhas unindo bandidos e mocinhos em busca de uma chance de sobrevivência.

Ao fim do livro algumas duvidas permanecem e deixam um ganho pra lá de bacana para um próximo livro (que eu sei que o Renan já terminou de escrever).

Se interessaram? Corram para ler porque esse super vale a pena!

Nenhum comentário:

Postar um comentário